Pedro Canavilhas

O segredo de Fátima que todos desconhecem é que Nossa Senhora alertou o planeta para o perigo do aparecimento de uma nova criatura mística para os lados do Califa. Vários enviados do Vaticano vigiaram durante anos as proximidades do Fonte Nova, ignorando que a criatura já vira a luz do dia, estando o fim próximo. Por descuido ou talvez não, o ainda frágil ser acabou por cair num caldeirão de café, transtornando completamente os propósitos e adormecendo a besta até acordar um dia desconhecido… Esse dia ainda está por acontecer.

Entretanto, fundou em 1998 uma empresa chamada B’Lizzard…

Miguel Figueiredo

Há alguns séculos, um jovem guerreiro Mwenemutapa foi seduzido por uma sereia do Mar Índico e, embriagado de paixão, faz-lhe um filho, até acordar e perceber que fizera sexo com um manatim. Alguns meses depois, o dugongo dá à luz um ser híbrido de elevado grau de estranheza. Nesse momento passa por lá um iceberg que o congela até 1973, quando é encontrado por um casal de hienas que o confundem com uma tartaruga invertida. A criatura quando cresce, mata as duas hienas e assa-as no espeto com piri-piri. Alguns elefantes, zebras, girafas e um gibóia depois, ele estava pronto para experimentar a civilização e raptou uma família inteira, obrigando-a a criá-lo.

Nos tempos livres aprendeu umas coisas sobre vídeos, fundou a B’Lizzard e caça hienas no Monsanto… Tomou-lhe o gosto…

Dinis Costa

Durante uns testes no Large Hadron Collider em Genebra, uma mosca entrou no acelerador e em vez do Bosão de Higgs, o pequeno inseto transformou-se no tufo de pelos infra labial de uma criatura posteriormente exportada para Elvas, contrariando o destino mais natural de um aterro nuclear. Alimentado exclusivamente a frango e chocolate, o ser multiplicou-se numa série de clones a que chamou de irmãos. Posteriormente, uma rabanada de vento trouxe-o até à porta de uns infaustos que decidiram adotá-lo.

Hoje desempenha funções de produtor na B’Lizzard. Coitados.

Ruben Santos

Contam os anciães que certo dia, na mítica floresta de Laurissilva, no longínquo arquipélago dos Jardins da Bananália, certa larva geneticamente modificada, já em plena metamorfose casular, confundida com uma fêmea por um morcego albino, catalisou a génese para um humanoide alternativo. Apenas alimentando-se da energia de vidros elétricos de fiat’s punto, já gripou uns quantos. Veio à boleia.

Agora, gere projectos, na B’Lizzard.

WordPress Image Lightbox